limpando as energias negativas


 Primeiro é preciso entender essaenergia que nos cerca: A aura.
Para entender melhor a influência das energias sobre nós, é preciso voltar pelo menos 10 mil anos na História da humanidade. Nessa época encontramos a literatura mais extensa, mais profunda e contundente que fala do campo de energia humana. Na Bíblia, há muitas referências sobre ele, citadas por Paulo de Tarso, que o chamava de corpo de luz.


Esse corpo de luz é um sinônimo para a aura, a qual os gregos chamavam de psicossoma – psico, alma e soma, corpo, ou seja, corpo da alma. Ele é totalmente construído, alterado, influenciado pelo que você pensa e sente. Em outras palavras, aura é um campo de energia que vem de cada pessoa, está relacionado a cada um de forma exclusiva, e avança para além das fronteiras do seu corpo físico.

Ela atua como uma lâmpada, que produz luz que alcança extensões e áreas além do espaço delimitado pelo bulbo de vidro, isto é, a sua energia resulta numa luminosidade que ultrapassa limites.



É como se nós humanos fôssemos como uma lâmpada, e a nossa energia, a nossa luminosidade, que não é vista, mas sentida, transborda do nosso corpo físico. A nossa aura pode ter 1 metro de diâmetro (pode variar para mais ou para menos essa medida).

Quando passamos por situações complicadas, que geram energias desequilibradas, elas agregam-se à nossa aura, podendo provocar doenças, mau-estar, etc.. Os banhos de ervas e algumas orações ajudam a limpar a aura fazendo com que ela volte a funcionar normalmente, harmonizando e equilibrando as energias.



Os banhos de ervas servem principalmente para limpar as energias negativas, afastar influências negativas, reequilibrar. Cada planta tem características próprias que interagem com as nossas energias provocando as mudanças necessárias para o equilíbrio do corpo. As ervas podem limpar, energizar, melhorar a auto-estima, relaxar, etc.



Os banhos de ervas secas devem ser preparados por infusão, ou seja, essas ervas devem ser colocadas num recipiente com água a ferver que será tapado e permanecerá assim pelo menos por 15 minutos. As ervas secas não devem ser fervidas elas precisam de ser ativadas antes de serem utilizadas. A ativação de ervas secas faz-se amassando-as e apertando-as um pouquinho entre as mãos.
Os banhos de ervas frescas devem ser preparados por maceração, ou seja, as ervas frescas devem ser colocadas num recipiente com água e maceradas durante alguns minutos.
Se utilizar caules, raízes mais grossas e talos duros deve fervê-los durante um período médio de 30 minutos. Os banhos de ervas devem ser tomados depois do banho higiénico, podem ser coados e devem ser preparados sempre com um número ímpar de ervas. Para potencializar o poder energético dos banhos pode utilizar águas naturais como água de chuva, de rio ou de mar.



Os mais usados:
Banho de Descarrego: Serve para livrar o indivíduo de cargas energéticas negativas. Há dois tipos de banho de descarrego: o banho de sal grosso - que lava toda a aura desmagnetizando a pessoa. Este banho não deve ser deitado na cabeça e após este banho deve-se tomar imediatamente um banho de ervas para equilibrar as energias.



O outro tipo de banho de descarrego é o banho de ervas de descarrego, que tem efeito mais duradouro, pois algumas ervas são naturalmente descarregadoras e retiram as más energiasda aura. Para preparar este tipo de banho deve utilizar ervas quentes como arruda, guiné, aroeira, etc. Depois de um banho de descarrego deve tomar um banho para energizar, equilibrar, acalmar, restaurar as energias.
Banho de Energização: Reativa os centros energéticos e refaz o teor positivo da aura. Deve utilizar ervas mornas como pétalas de rosas brancas ou amarelas, alecrim, alfazema, levante, entre muitas.



Banho para restaurar as energias:
Junte manjericão, alecrim, rosas brancas, uma peça de ouro, 4 paus de canela.
3 litros de água, ferver apague o fogo colocar todo o ingrediente dentro por 5 minutos, coar reservar.
Tomar primeiro um banho normal com sabão neutro ou de coco .
Depois jogue agua do banho pelo corpo começando sempre abaixo do pescoço. Sempre mentalizando e se conectando com a Energia Maior que rege o universo.





Fontes bibliográficas:
http://consultoriodeastrologia.blogs.sapo.pt/
http://fitoenergetica.com.br/
http://holisticocromocaio.blogspot.com.br/