Consumindo Manga

Estamos chegando na época de manga. Que tal desfrutar dessa delicia conhecendo todos os seus benefícios?


A manga é o fruto da mangueira (Mangifera indica L.), árvore frutífera da família Anacardiaceae, nativa do sul e do sudeste asiáticos desde o leste da Índia até as Filipinas, e introduzida com sucesso no Brasil, em Angola, em Moçambique e em outros países tropicais. O nome da fruta vem da palavra do idioma malaiala manga e foi popularizada na Europa pelos portugueses, que conheceram a fruta em Kerala (que conseguiram pelas trocas de temperos).


A manga é a fruta nacional da Índia, onde há mais de 100 variedades, Filipinas e Paquistão. São encontradas menções a ela em canções do século IV em poemas escritos em sânscrito, por poetas como Kalidasa. Se acredita ter sido provada por Alexandre, o Grande (século 3 aC) e o peregrino chinês Xuanzang (7º século dC). Mais tarde, no século 16, o imperador mogol Akbar plantou 100.000 árvores de manga em Darbhanga, Bihar em um lugar agora conhecido como Lakhi Bagh.

A manga é uma fruta do tipo drupa, de coloração variada: amarelo, laranja e vermelha, sendo mais roseada no lado que sofre insolação direta e mais amarelada ou esverdeada no lado que recebe insolação indireta. Normalmente, quando a fruta ainda não está madura, sua cor é verde, mas isso depende da variedade cultivar. A polpa é suculenta e muito saborosa, em alguns casos fibrosa, doce, encerrando uma única semente grande no centro. As mangas são usadas na alimentação das mais variadas formas, mas é mais consumida ao natural.





Uma manga fresca contém cerca de 15% de açúcar, até 1% de proteína e quantidades significativas de vitaminas, minerais e antioxidantes, podendo conter vitamina A, B e C.

Graças à alta quantidade de ferro que contém, a manga é indicada para tratamentos de anemia e é benéfica para as mulheres grávidas e em períodos de menstruação. Pessoas que sofrem de cãimbras, stress e problemas cardíacos, podem se beneficiar das altas concentrações de potássio e magnésio existentes que também auxiliam àqueles que sofrem de acidose. As mangas também suavizam o intestino, tornando mais fácil a digestão. Na Índia, onde a manga é a fruta nacional acredita-se que as mangas estancam hemorragia, fortalecem o coração e trazem benefícios ao cérebro. É também utilizada em afecções pulmonares (bronquite asmática, bronquite catarral e tosse), Gengivas inflamadas (gengivites, feridas na boca e no canto dos lábios). Úlcera de decúbito (escaras), úlceras varicosas.

A manga é fonte de muitas vitaminas e minerais, dentre os quais podemos destacar os seguintes: vitamina A, vitaminas do complexo B e vitamina C; cálcio, fósforo, fibras alimentares e outros nutrientes.

Cada um destes nutrientes proporciona determinados benefícios à nossa saúde, a saber:

Vitamina A – A vitamina A possui ação antioxidante, ajudando a combater os efeitos maléficos dos radicais livres; ajuda a melhorar a visão; auxilia no combate de infecções, principalmente aquelas causadas por vírus; diminui o estresse; ajuda a melhorar o paladar e o olfato;
Vitaminas do complexo B – Estas vitaminas ajudam a manter a boa saúde mental e emocional; auxiliam no funcionamento regular do intestino; atuam na saúde dos nervos, da pele, olhos, cabelos, boca e fígado;
Vitamina C – A vitamina C é famosa por fortalecer o sistema imunológico, atuando na prevenção de doenças; além disso, esta vitamina possui ação antioxidante, aumenta a resistência dos ossos, dentes e tendões; e é um importante suplemento para os portadores de câncer;
Cálcio – Este mineral ajuda na manutenção e fortalecimento ósseo; evita cáries; diminui a irritabilidade e evita a insônia;
Fósforo – O fósforo ajuda na formação dos ossos e dos dentes, além de evitar doenças como a artrose e a artrite;
Fibras alimentares – As fibras, também presentes na manga, promovem a sensação de saciedade e estimulam a mastigação.
Outros benefícios – A manga também ajuda a controlar a pressão arterial e na purificação do sangue, tem ação diurética e efeito expectorante.

Manga com leite?

A crença popular – e falsa – que “manga com leite mata” pode ter uma origem sócio-econômica. Uma teoria é que a idéia foi difundida pelos senhores de escravos na época do Brasil Colônia, para evitar que os escravos comessem a fruta, considerada tão nobre que devia ser consumida apenas pela alta classe. O leite, ao contrário, era abundante nas fazendas, e distribuídos aos escravos.


Dicas de uso

Afecções pulmonares, bronquite asmáticas, bronquite catarral e tosse ; em xícara de chá, cloque 1 colher de sopa de folha fatiada e adicione água fervente. Abafe por 10 minutos. Coe e acrescente 1 colher de chá de mel. Tome 1 xícara de chá, 3 vezes ao dia. para crianças a metade da dose.

Gengivas inflamadas, gengivites; feridas na boca e no canto dos lábios ; coloque 1 colher de sobremesa da folha nova picada em 1 xícara de chá de água fervente. Espere esfriar e coe. Faça bochechos, 3 vezes ao dia.

Feridas; úlceras de decúbito; ulceras varicosas ; coloque 2 colheres de sopa de casca dos ramos fatiada, em 1/2 litro de água em fervura. Deixe ferver por 5 minutos. Coe e espere esfriar. Aplique nas partes afetadas, em forma de compressas ou com um chumaço de algodão, de 2 a 3 vezes ao dia.

Alimento nutritivo : lave muito bem 1 kg de fruto, descasque e retire o caroço. Fatie a polpa do fruto e reserve em um pote. Faça uma calda rala com uma parte de açúcar e 2 de água e adicione, ainda quente,nos pedaços de polpa reservados, até cobri-los. feche o pote e coloque em banho-maria, por 20 minutos. Deixe esfriar e armazene em lugar frio e seco.


Contraindicações/cuidados: O látex que exsuda da fruta, tronco, ramos e casca do fruto verde contém mangiferina, ácido resino, ácido mangifero, resinol e mangiferol. Esse látex é irritante da pele de ação retardada. Pode causar coceira ao redor dos olhos, edema da face e dificuldade respiratória.




Fontes bibliograficas:
http://www.plantasquecuram.com.br/
https://pt.wikipedia.org/wiki/Manga_(fruta)
https://www.nestle.com.br
http://www.remedio-caseiro.com/