Café e saúde

Pela manhã ao acordar se sentindo cansado e sonolento, uma xícara de café pode ser tudo que seu corpo precisa para permanecer acordado.

Uma simples xícara de café pode lhe trazer mais disposição e energia dar um up em suas ideias, ou seja, muitas vezes é tudo que você para começar bem o dia. Mais muitas pessoas não sabem os reais benefícios que uma dose de café pode trazer para seu dia a dia.




Nos últimos dois séculos, poucas substâncias foram tão clinicamente estudadas como o café, sem nenhuma comprovação de que seja prejudicial à saúde. Muitos estudos demonstram o contrário, ou seja, os efeitos benéficos do café e de seu principal composto ativo, a cafeína.
Por volta do século XVI, os sábios sufistas do Iêmen bebiam café para se manterem acordados durante a oração. Quando, no início do século XVII, o café começa a ser difundido na Europa, é quase considerado um medicamento.
A cafeína, descoberta em princípios do século IX na Alemanha pelo jovem médico Ferdinand Runge, num encontro com Johann Wolfgang Goethe, estimula o sistema nervoso central, mantém a atenção e o humor, ajuda na respiração e na digestão e atenua a sensação de fome, o que pode ajudar nas dietas.




Alguns estudos sugerem que uma xícara de café pode ajudar a acalmar os sintomas da enxaqueca.
Estudos recentes demonstram que, se consumido em doses razoáveis, o café não afeta o sono nem prejudica o coração. Pode, ao contrário, ajudar na ação preventiva de algumas patologias graves, como Alzheimer e Parkinson.
O café contém também substâncias antioxidantes, que contribuem para eliminar os radicais livres. Em suma, o café reúne sabor e saúde, em um único produto.



Os beneficios que o café pode trazer para você:

Numa investigação realizada na conceituada Escola de Medicina de Harvard, onde foram observadas mais de 193,000 pessoas, chegou-se à conclusão que quem bebia café de forma regular tinha um risco menor de vir a desenvolver diabetes (tipo 2), do que aquelas pessoas que não bebiam café. Mesmo as pessoas que bebem descafeinado têm uma maior probabilidade de desenvolver diabetes do que aquelas que bebem café normal.
Um copo de café contém cerca de 1 grama de fibra solúvel, o que significa que o seu consumo contribui para manter os níveis de colesterol baixos.
Alguns estudos sugerem mesmo que o café pode contribuir para a diminuição do risco de doenças cardíacas. O “American Journal of Clinical Nutrition” contém um estudo que alerta para o facto de pessoas saudáveis com 65 anos ou mais que bebiam 4 ou mais chávenas de café por dia tinham menos 53% de probabilidades de desenvolver uma doença cardíaca.
O café contém magnésio, o que permite que as células do organismo se tornam mais sensíveis à insulina. O resultado? Uma maior sensibilidade à insulina significa manter os níveis de energia e de glicose no sangue saudáveis e equilibrados.


Sabia que uma caneca de café tem mais antioxidantes do que uma porção de mirtilos? Os antioxidantes são responsáveis por um sem número de benefícios saudáveis, incluindo o atrasar do processo de envelhecimento e o aumento da esperança de vida. Para além disso, o poder anti-inflamatório dos antioxidantes é extremamente eficaz, o que se revela crucial na luta contra doenças cardíacas e diabetes.
Alguns estudos já foram mais longe e sugerem que o consumo regular e moderado de café pode diminuir o risco de vir a desenvolver doenças como pedra nos rins, cirrose, Parkinson’s, cancro no fígado, próstata e cólon.
Para além de ser um diurético natural, o café pode ser um aliado na luta contra o excesso de peso. Baixo em calorias, o café acelera o metabolismo o que, por sua vez, ajuda a queimar gordura e calorias indesejadas.
O consumo diário e moderado de café pode ajudar a melhorar o estado de espírito e ainda combater a depressão. Em muitos casos, tomar um café também pode ajudar a aliviar uma dor de cabeça, aumentar os níveis de concentração e a memória. Adicionalmente, já foi ligado à demência, ou seja, o consumo de café reduz em cerca de 65% o risco de desenvolver esta doença psicológica.
Vários estudos apontam para o facto do consumo moderado de café ser eficaz no controle da asma – basta saber que a maioria dos medicamentos existentes para o tratamento de asma contém elevadas doses de cafeína.
Curiosamente, o café tem ainda benefícios para os dentes, ou seja, o composto Trigonellina, que confere ao café o seu aroma e sabor amargo, tem propriedades antibacterianas e anti-adesivas que previnem contra a formação de cáries dentárias.


O café tem ainda uma ação descongestionante, sendo extremamente eficaz no combate às constipações, uma vez que alivia os tubos bronquiais e acelera a recuperação.
A cafeína presente no café é um poderoso aliado no que toca à resistência e performance desportiva, quer seja um atleta de alta competição, quer seja um praticante regular de algum tipo de atividade física. Para além disso, o café pode reduzir as dores musculares que muitas vezes sucedem ao exercício físico em cerca de 48%.

http://www.illy.com/

http://chavena.com/

http://dieta.blog.br/