Cheiros de saúde.

www.hasrmoniaesaude.org
Aromaterapia é um ramo da fitoterapia que consiste no uso de tratamento baseado no efeito que os aromas de plantas são capazes de provocar no indivíduo. Esta é a ciência que explora o uso dos oléos das plantas para beneficio da sociedade. 
De determinadas plantas aromáticas é extraído o óleo essencial a ser aplicado isoladamente ou em combinação com outros aromas, dependendo das enfermidades e do indivíduo.

Óleos essenciais são substâncias voláteis extremamente concentradas, que possuem princípios ativos de acordo com suas composições químicas. Dependendo da planta, o óleo essencial terá características diferenciadas de aroma, cor e densidade. Os óleos essenciais podem ser usados diluídos em veículos carreadores sobre a pele, através de massagens, cremes, loções, gel ou puro, através da inalação. Dependendo da forma de uso provocará efeitos físicos, mentais e emocionais, alterando a respiração, os batimentos cardíacos, pressão arterial, estados de ânimo, concentração, etc.
www.harmoniaesaude.org


É considerada uma terapia alternativa ou complementar, embora seja um tratamento bastante antigo, que surgiu da fitoterapia e que é comumente usada em conjunto com esta. É utilizada no tratamento das mais variadas enfermidades e desequilíbrios, sendo considerada uma terapia holística. A Aromaterapia deve, mesmo assim, ser empregada com cautela e de preferência, guiada por um profissional especializado, que saberá verificar as contraindicações, além de dosagens melhores formas de uso.

www.harmoniaesaude.org
As propriedades terapêuticas são muitas e o poder de penetração dos óleos é grande. A aromaterapia possui ação no sistema respiratório, no sistema linfático e no sistema vascular, por exemplo. Ela age como hipertensor, hipotensor, vasoconstritor, antiespasmódico, antisséptico, expectorante, entre outras coisas. Os óleos também podem ter ação carminativa e digestiva, combatendo a prisão de ventre, a diarreia e a flatulência.

O sistema urinário pode se beneficiar, já que auxilia na eliminação de pedras no rim e no tratamento de disfunções e de infecções urinárias. A aromaterapia pode ser usada no tratamento de impotência e dedoenças venéreas. Outros benefícios são o desenvolver da memória e do raciocínio. Existem também óleos afrodisíacos, como o de jasmim e o ilangue-ilangue.


Como funciona

Antes de tudo é preciso decidir qual óleo será utilizado. São diferentes opções e cada uma é indicada para uma finalidade. Um profissional pode ajudar na hora da escolha. Os óleos possuem uma ação profunda e efetiva, sendo que eles podem ser utilizados de diversas maneiras.

Eles podem ser aplicados diretamente na pele da pessoa quando diluídos com um óleo carregador. Eles também podem ser comprados puros e então ser colocados em queimadores ou difusores. Existem queimadores muito lindos e de vários estilos. Escolher um é também uma tarefa bacana nesta hora.

Outra forma de aromaterapia é a aplicação dos óleos através de compressas frias ou quentes, por exemplo. Eles também podem ser usados durante o banho, não somente pelos benefícios como pelo agradável aroma que exalam. Algumas pessoas preferem a aromaterapia clínica. Esta pode ser feita em clínicas especiais ou na casa do indivíduo.

Apesar de serem usados produtos naturais, é importante que a aromaterapia seja orientada por um profissional especializado.
www.harmoniaesaude.org


Alguns dos óleos mais utilizados na aromaterapia são os de girassol, semente de uva, gérmen de trigo e de abacate, que podem ser utilizados através da via interna, externa ou respiratória, dependo sempre do tipo do óleo e da necessidade do indivíduo.

O primeiro método inclui a ingestão dos óleos essenciais misturados com mel ou em forma de comprimidos. O segundo método consiste na aplicação dos óleos sobre a pele, através de massagens, e o terceiro método consiste na inalação das substâncias.

O óleo escolhido para o tratamento depende da condição do paciente e pode ser usado para diversos fins, como afrodisíaco, relaxante muscular, digestivo e até estimulante da circulação.



Fontes bibliográficas:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Aromaterapia
http://www.saudemedicina.com/
http://revistavivasaude.uol.com.br/
http://www.tuasaude.com/