conhecendo a rúcula

www.harmoniaesaude.org/ervas
rúcula
A rúcula (Eruca sativa), também conhecida como mostarda-persa, é uma verdura da mesma família que a mostarda,Brassicaceae, e originária do Mediterrâneo e da Ásia Ocidental.
Adapta-se em clima fresco, nem quente e nem frio. Possui sabor muito forte, picante e amargo. É muito utilizada na Itália. No Brasil, seu uso começou pelos estados do sul, mas hoje é bem conhecida em todo o país.


Preparada crua, em saladas, ou refogada, é utilizada como complemento às refeições devido ao seu forte sabor, capaz de eliminar o sabor de outros alimentos.

Com propriedade estimulante do apetite, é nutricionalmente rica em proteínas, vitaminas A e C, e sais minerais, principalmente cálcio e ferro. Contém também ômega 3 e é pobre em calorias.



Tem várias propriedades medicinais: depura o sangue, melhora a gengivite, as funções orgânicas, cuida da bronquite, tosse ou qualquer outra afecção pulmonar. Como contém muita vitamina C, combate o escorbuto e é diurética. Seu óleo essencial contém também nitrogênio.

Pode-se comer a rúcula na salada crua, ou temperada a gosto com limão, azeite de oliva, shoyu, etc.. O importante é não cortar suas folhas, comê-las inteiras ou rasgar com as mãos, não sei o porquê, mas cortar com a faca, perde o sabor característico.

Dicas Terapêuticas:

1. Mastigar as folhas e talos da rúcula, principalmente pela manhã, depois da higiene bucal, para fortalecer a gengiva.

2. Fazer um chá com 2 colheres de sopa da folha, deixar num copo, despejar água fervendo, abafar por 20 minutos, colocar mel e tomar uma colher de sopa 2 a 3 vezes ao dia para adulto. Para criança metade da dose . Guarde na geladeira e amorne toda vez que for tomar, para afecções pulmonares (bronquites e tosses).

3. Para clarear as manchas escuras da pele: acrescente à receita acima o suco de meio limão. Aplique em todo o rosto e pescoço, à noite em forma de compressas. Não use durante o dia, é perigoso porque a reação do sol com o limão na pele provoca queimaduras.


Prevenção do Câncer: 

A rúcula é um vegetal crucíferos. Os vegetais crucíferos são associados com um alimento que reduz os riscos de câncer. A Rúcula é rica em antioxidantes valiosos, considerados essenciais na prevenção da atividade de radicais livres no corpo. Estudos mostram que a vitamina A e compostos por flavonóides em rúcula que pode ajudar a proteger o corpo contra o câncer de pele, câncer de pulmão e câncer bucal. A Rúcula é também uma rica fonte de fitoquímicos como o sulforafano, que possui excelentes efeitos quimioprotectores e ajuda a combater substâncias cancerígenas.


A importância de comer rúcula

Como dito antes, esta planta é fonte de vitamina C, que ajuda na prevenção da anemia.
Apresenta uma substância chamada colite.

Esta, atua facilitando o processo digestivo e previne inflamações intestinais.

Fonte importante de ômega 3, ajuda no controle do bom colesterol e no tratamento do mau colesterol.

Tem a incrível capacidade de limpar as artérias, diminuindo os níveis de triglicerídeos.

Apresenta fitoquímicos, que funcionam como antioxidantes essenciais ao corpo. Com isso, atuam a livrar o corpo de algumas toxinas e substâncias de origens cancerígenas.

Engana-se quem pensa que comer rúcula é importante somente no almoço e jantar. Recomenda-se comer a folha e o talo logo pela manhã pois atua no tratamento de problemas da gengiva.

Rúcula é saudável também para o pulmão. Basta fazer um chá para se prevenir de infecções pulmonares.

Para isso, faça um chá com duas colheres de sopa da folha e água fervendo. Abafe e deixe por vinte minutos.

Guarde na geladeira e amorne quando for beber. Esta receita também tem outros benefícios. É ótima para pele em tratamentos de manchas escuras na pele. Basta acrescentar ao chá suco de meio limão. Aplique sobre a área afetada somente à noite, como uma compressa.






Fontes bibliograficas:
http://melhorcomsaude.com/
http://www.saudedica.com.br/
http://pt.wikipedia.org/
http://www.saudeintegral.com/