Funcho ou erva doce ?

www.harmoniaesaude.org
funcho

Funcho - Erva Doce

O funcho, também conhecido por anis-doce, erva-doce, maratro, finóquio, fiuncho ou fiolho, é o nome vernáculo dado à espécie herbácea Foeniculum vulgare Mill. (sinónimo taxonómico de Anethum foeniculum L. e de Foeniculum officinale L.) uma umbelífera fortemente aromática comestível utilizada em culinária, em perfumaria e como aromatizante no fabrico de bebidas espirituosas e planta medicinal.


O funcho é nativo da bacia do Mediterrâneo, com variedades na Macaronésia e no Médio Oriente, onde ocorre no estado silvestre, mas é hoje cultivado, sob diversas formas varietais, em todas as regiões temperadas e subtropicais. 
www.harmoniaesaude.org
funcho - sementes - erva doce
Muito utilizada no combate de doenças como dispepsia, dor de barriga ou artrite.
Ela é uma planta que floresce principalmente em terras russas. Segundo os egípcios antigos, teria poderes de afastar os pesadelos — daí o fato de, naquela época, muitos terem o hábito de dormir com a erva debaixo do travesseiro. Ainda hoje é usada para aromatizar esse tipo de almofadas, já que seu perfume também estimula o relaxamento do corpo.



Para que serve a erva-doce

A erva-doce serve para tratar dor de barriga, indigestão, inchaço, acidez estomacal, asma, bronquite, espasmos, cólicas, dor de barriga, dor de cabeça, inflamações, tosse, gases, má digestão, palpitações, inchaço, gripe, resfriado, catarro e coriza.


É frequentemente utilizada em pequenas quantidades na cozinha mediterrânica como planta aromatizante, particularmente os das variedades menos ricas em óleos essenciais, serem consumidos em fresco como parte de saladas.

Pode também ser incorporado em sopas, em particular sopas destinadas a serem consumidas frias. Um dos pratos típicos dos Açores é uma sopa de feijão e inhame com folhas e caules tenros de funcho.

É frequente o seu uso como aromatizante em molhos, conservas de vegetais, curtumes e outros preparados semelhantes. Usada em baixas concentrações dá um aroma e sabor discretos, semelhante ao mentolado, mas bastante mais suave e doce.

As sementes secas são utilizadas em chás e tisanas e como aromatizante em licores e bebidas alcoólicas destiladas.

Na Índia e China as sementes moídas são utilizadas para a produção de condimentos e especiarias, recebendo a designação de saunf ou moti saunf.

As suas raízes são consideradas como tendo propriedades diuréticas, sendo por esta razão comercializadas pelas ervanárias. O chá de semente de funcho é utilizado para reduzir os gases intestinais, incluindo na primeira infância e em crianças lactentes.

O anetol, o composto que lhe dá o cheiro e sabor característicos, é considerado estimulante das funções digestivas e carminativo, podendo ter propriedades coleríticas.

Em concentrações elevadas os óleos essenciais do funcho apresentam actividade insecticida, apresentando actividade neurotóxica. Este óleo faz parte da farmacopeia europeia.

Em perfumaria os óleos essenciais do funcho são utilizados para perfumar pastas dentífricas, xampus e sabonetes.


Propriedades da erva-doce

As propriedades da erva-doce incluem sua ação expectorante, tônica, cicatrizante, calmante, diurética, sudorífica, antiespasmódica e antidispéptica.
Na culinária, seu maior uso é na forma de chá, porém é possível inclui-la crua ou cozida em saldas, sopas e purês.

Saiba os vários outros benefícios dessa erva tão doce…

- Alivia gases

- Combate a cólica intestinal

- Facilita a digestão

- Reduz o risco de câncer de mama e de ovário (*)

- Regula a pressão arterial

- Induz ao relaxamento

- Pode contribuir com o emagrecimento

(*) Os flavonoides presentes no bulbo e nos talos são semelhantes ao estrógeno e diminuem, portanto, o risco de câncer nas mulheres.

Erva magrinha…

100 g de erva-doce equivale a 17 colheres de sopa da erva seca que tem apenas 28 calorias

Rica em fibras, essa substância aplaca a fome, prevenindo os ataques de gula.



Atenção
Durante a gravidez é recomendado evitar o consumo excessivo da erva-doce. Suas sementes podem desencadear contrações e levar a um aborto.

fonte: 
Novo Guia de Nutrição – Saúde é Vital!
http://mdemulher.abril.com.br/blogs/karlinha/geral/os-beneficios-da-erva-doce-vao-muito-alem-do-chazinho-digestivo/
http://www.tuasaude.com/erva-doce/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Funcho