alho - saúde - curiosidades

Alho e seus benefícios

Allium sativum
www.harmoniaesaude.org
allium sativum

São designadas como alho algumas plantas do gênero Allium (mas não só), embora o termo se aplique especificamente ao Allium sativum, uma planta perene cujo bulbo ("cabeça de alho"), composto por folhas escamiformes ("dentes de alho"), é comestível e usado tanto como tempero como para fins medicinais.



Na culinária pode ser utilizado de diversas formas, cru, refogado, picado, em rodelas, etc, conforme os gostos que são pouco unânimes. Em geral, os povos mediterrânicos são os maiores apreciadores, empregando-o, geralmente, em conjunto com o tomate e a cebola. Outros povos, menos adeptos do seu uso, chegaram a designar a planta como "rosa fétida", devido ao seu odor forte e picante proporcionado pela essência de alho ou dialil sulfito (C3H5)2S. Quando consumido em quantidades elevadas, esse odor pode tornar-se evidente no suor de quem o ingeriu. O hálito característico e geralmente considerado desagradável pode ser minimizado se for consumida também salsa fresca.


O alho é utilizado desde a antiguidade como remédio, sendo usado no Antigo Egito na composição de vários medicamentos. Suas propriedades antimicrobianas e os seus efeitos benéficos para o coração e circulação sanguínea já eram valorizados na Idade Média. Possui um ótimo valor nutricional, possuindo vitaminas (A, B2, B6, C), aminoácidos, adenosina, sais minerais (ferro, silício, iodo) e enzimas e compostos biologicamente ativos, como a alicina. O alho costuma ser indicado como auxiliar no tratamento de hipertensão arterial leve, redução dos níveis de colesterol e prevenção das doenças ateroscleróticas. Também se atribui ao alho a capacidade de prevenir resfriados e outras doenças infecciosas, e de tratar infecções bacterianas e fúngicas. Uma pesquisa in vivo feita recentemente pela Universidade de Brasília e pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária de Hortaliças (Embrapa Hortaliças), em 2010, mostra que o alho pode contribuir para a redução do infarto agudo do miocárdio.



Alho
Valor nutricional por 100 g
Energia           623 kJ (150 kcal)
Carboidratos totais    33.06 g
Açúcares         1.00g
Fibra dietética            2.1 g
Gorduras totais          0.5 g
Proteínas totais          6.39 g
Vitaminas
- Betacaroteno           5 µg (0%)
Tiamina (vit. B1)         0.2 mg (17%)
Riboflavina (vit. B2)   0.11 mg (9%)
Niacina (vit. B3)         0.7 mg (5%)
Ácido pantotênico (B5)          0.596 mg (12%)
Vitamina B6    1.235 mg (95%)
Ácido fólico (vit. B9)   3 µg (1%)
Vitamina C      31.2 mg (38%)
Minerais
Cálcio  181 mg (18%)
Ferro    1.7 mg (13%)
Magnésio        25 mg (7%)
Fósforo            153 mg (22%)
Potássio          401 mg (9%)
Sódio   17 mg (1%)
Zinco   1.16 mg (12%)
Manganês 1.672 mg
Selenium 14.2 μg
Percentuais são relativos ao nível de ingestão diária recomendada para adultos.
Fonte: USDA Nutrient Database



In: Block, E.. Garlic and Other Alliums: The Lore and the Science. [S.l.]: Royal Society of Chemistry, 2010.
NOSSO ALHO. Distribuição gratuita da ANAPA. 7ª ed. junho de 2010. Benefícios do alho. p. 18-19.