CONHEÇA A ARTEMÍSIA..........


Artemísia

Artemisia vulgaris



AÇÃO E INDICAÇÃO
Controla as cólicas menstruais e problemas de convulsões
.
FORMAS UTILIZADAS
Chá (rasura)
Tintura (líquido)


Artemísia - Artemisia vulgarisA também é conhecida como Flor-de-Diana, Erva-de-São-João, Artemísia-Comum, Artemísia-Verdadeira, Artemísia-Branca (Artemisia lactiflora), Artemísia-Ocidental (Artemisia ludoviciana). Pertence a família das Asteraceae.


Principais Indicações da Artemísia: amenorréia, anorexia, artrite, asma, contusões, depressão, disenteria, dismenorréia, dispepsia, dor de garganta, gota, hepatite, histeria, icterícia, inchaços, infecção fungosa, malária, menopausa, parasitas, sarna, vermes.


Propriedades Medicinais da Artemísia: anti-helmíntico, antiespasmódico, anti-séptico, aperitivo, colagogo, desinfetante, diaforético, diurético, emenagogo, estimulante estomacal, hemostático, nervino, purgante, tônico amargo, tônico digestivo, tônico uterino.


É útil para combater nematelminto e verme intestinal (ascáride, oxiúro). É um purgante moderado. Use compressa ou cataplasma para juntas artríticas, contusões e picadas de inseto. Usada em forma de unguento para inchaços, lavagem para gota e infecção fungosa. Gargarejo para dor de garganta. A Artemísia às vezes é defumada para aliviar a asma.


Embora tenha gosto muito amargo, a planta já foi usada na Europa para fazer bolinhos, linguiças, saladas etc. É acrescentada a cerveja, vermute e absinto. É composta de óleo essencial (linalol, cineol, tujona, borneol, pineno), princípio amargo, flavonóides, lactonas de sesquiterpenos (vulgarina), tanino, resina e inulina.


Evite usar grandes quantidades interiormente ou em períodos estendidos. Evite durante gravidez. Grandes quantidades podem afetar o sistema nervoso adversamente.


O nome de gênero, Artemísia, foi nomeado em homenagem a Artemis, deusa romana da caça e protetora das mulheres. A Artemísia era considerada das nove ervas curativas dos anglo-saxões. Os romanos colocavam a erva em suas sandálias para protegerem seus pés.


Acreditava que esta planta possuía poderes mágicos, e por isso era usada como um talismã proteger uma pessoa de mal. A lenda diz que São João Batista usava uma cinta ornada com Artemísias quando vivia na selva.


Fonte: www.oficinadeervas.com.br